Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2007

Indignição. A verdadeira imagem do nosso carnaval?

Hoje fui visitar um amigo, estavámos conversando e a televisão estava ligada como "pano de fundo". Então, passou uma reportagem no jornal sobre a diversidade do carnaval. O primeiro comentário do meu amigo após a matéria foi o seguinte: "Carnaval brasileiro é turismo sexual".

Então lhe perguntei se essa é imagem que ele tem do nosso carnaval. Felizmente, ele respondeu que não, mas disse acreditar que essa é a imagem dos outros países. Claro, que algum turista do exterior vem fazer esse tipo de "turismo" aqui na época do carnaval. Mas não são a maioria, muitos vem em busca dessa tão difundida alegria de viver do povo brasileiro.

O comentário do meu amigo me fez pensar e reforçar a idéia desse blog, pois é mais uma forma de mostrar que o carnaval brasileiro é muito diversificado. Além disso, é um pouco da expressão da nossa cultura, por isso devemos valorizá-lo e esta é uma das intenções do blog.

 

 

 

sinto-me: Indignado
publicado por carnavalderua às 02:29
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Augusto M. Paim a 10 de Fevereiro de 2007 às 22:31
Ricardo!
Gostei BASTANTE da proposta do teu blog. Com mais informações, pesquisa e documentos (fotos, principalmente), esse teu depoimento pessoal vai manter o texto leve e aprofundado ao mesmo tempo. É uma visão do Carnaval segundo experiências pessoais. Realmente, uma idéia nova.

O estilo do teu texto muito me agrada tb, cheio de interlocuções, sinais de q tu está conversando com o leitor, mais vírgulas q pontos (só revisa uns errinhos de português). Porém, senti bastante diferença do estilo do texto dos posts para o da tua apresentação, lá em cima...

No mais, o template ficou legal e a fonte é agradável, num tamanho bom, e me parece ter a ver com a proposta do teu blog. Um blog alegre, sobre o Carnaval. Um blog colorido!

Gostei mesmo.


De Augusto M. Paim a 10 de Fevereiro de 2007 às 22:58
Eu passei o último Carnaval em Salvador e também senti esse interesse de estrangeiros no turismo sexual. É algo bem forte, principalmente nos grandes carnavais.

Ainda há outros agravantes, que eu e a prof. Luciana Mielniczuk inclusive conversamos esses dias:
* O Caranval na Bahia é feito em trios elétricos. Ótimo. Mas esses trios elétricos têm blocos, que são separados do pessoal da pipoca (que não estão em nenhum bloco) por cordeiros. Esses cordeiros são centenas, milhares de moradores de rua ou de baixa renda que viram a noite expremidos um pelo outro, carregando a corda de isolamento e fazendo barreira humana pra não deixar os pipocas entrarem. E isso por pouquíssimos reais no fim da noite.
* Violência e Carnaval andam juntos. Um amigo nosso da Sec de Segurança Pública de lá contou que muitas pessoas são mortas durante o Carnaval, mas não há divulgação para não prejudicar o turismo. Assaltos, roubos, assassinatos. Eu fui assaltado lá. E era orientado a não ficar perto das cordas quando estava no bloco, pois é comum alguém da pipoca te dar um soco e te puxar pra fora, só pra roubar teu abadá e poder entrar no bloco. Há ruas que não se pode entrar. É um caos social.

Daí que não dá pra ver o Carnaval só pelo viés cultural, e por isso gostei do teu blog. Claro, nosso enfoque é cultural, mas não dá pra ignorar a cosmovisão. Afinal, muitos carnavais são, também, comerciais, turísticos, empresariais... E os problemas sociais não podem ser ignorados. E olha que nem falamos de aids, natalidade...

(Agora há pouco deu uma matéria muito boa do Maurício Kubrusly no Jornal Nacional sobre Carnaval).

É interessante, porém, focar na história e na evolução do carnaval. Mas, como tu faz, sem deixar de lado as outras questões.

Abc.


De Camila Daronco a 11 de Fevereiro de 2007 às 20:05
Realmente percebo que essa imagem é bem forte entre alguns turistas. Acho muito ruim para o país ser tão conhecido pelo carnaval mas com esse viés do turismo sexual.
Existe algum jeito de quebrar essa imagem?


Comentar post

.posts recentes

. Escolas de Samba

. Corso. Quer dar uma volti...

. Blocos: O Galo é o maior

. Ranchos Carnavalescos

. Os cordões e o Bola Preta

. Quanto mais diabinhos, me...

. Santiago: Um pouco da his...

. Os Heróis do Carnaval Car...

. E viva o Zé Pereira

. É proibido fumar! Nos ant...

.links

.Ricardo Amaral

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.arquivos

.Tags

. todas as tags

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds